Destaques

Notícias

Hetfield explica de onde vem sua raiva

   18 de fevereiro de 2018     tags: entrevista, hetfield      Comentários



O vocalista e guitarrista dos Metallica, James Hetfield, explicou à organização do Polar Music Prize - considerado o "Nobel" da música e que, este ano, será entregue ao Metallica - as origens de toda a raiva presente nas suas letras e na sua obra.

"Creio que essa raiva vem das minhas origens, de uma sensação de não se ser ouvido, de ser manipulado. Provavelmente, há um adolescente em algum lugar em mim que ainda está tentando resolver alguns problemas do passado - os pais, o crescimento, coisas assim", explicou.

"Há isso, mas creio que muita dessa raiva é uma forma de defesa; quando os meus filhos me assustam, ou quando alguém me faz cócegas, fico zango. É a minha reação primária a muitas coisas. Não sei porquê. Há quem ria quando se sente nervoso".

A sua carreira enquanto músico pode, por isso, ser encarada como uma forma de terapia pessoal. "Saber que há outras pessoas que sentem o mesmo que eu é muito reconfortante", afirmou. "A ligação com o nosso público é extremamente importante. São o quinto membro da banda, como lhes chamamos".

"Gosto de poder vê-los libertando aquilo que precisa de ser libertado. Eles no veem tocar ao vivo, eu os vejo se transformarem e se juntarem, se tornando numa família. É maravilhoso", concluiu.

Fonte: Blitz


Veja também

Entrevista com Hetfield na Rolling Stone brasileira (18 de junho de 2012)
Hetfield: "Eu não sou o cara mais sociável que você vai encontrar." (11 de setembro de 2009)
Hetfield: "Escrever música sempre será parte de mim" (23 de dezembro de 2008)
"Ferida paterna inspirou letras de Hetfield", diz cineasta de Absent (01 de março de 2011)
Hetfield: "Ser pai é tão díficil" (17 de maio de 2015)

Comentários




Newsletter
Receba em seu e-mail as últimas notícias sobre Metallica:

Conecte-se

Facebook   Google+   Twitter   RSS   Fórum

© 1998-2018 Metallica Remains - Desde 13 de Janeiro de 1998 | Política de Privacidade