Destaques

Notícias

Hetfield fala do fracasso comercial de Through the Never

   27 de Novembro de 2015     tags: entrevista, through the never, hetfield      Comentários



O frontman do Metallica, James Hetfield, admitiu que a banda não conseguia entender porque o filme "Metallica Through The Never", de 2013, falhou na tentativa de se conectar a uma audiência mais ampla.

"Metallica Through The Never" arrecadou apenas US$3.4 milhões nas bilheterias americanas, nas quatro primeiras semanas de lançamento, custando mais de 20 milhões de dólares para ser feito, com a banda colocando todo o dinheiro do projeto.

A banda filmou o filme em dois shows em Vancouver no verão de 2012, usando um palco de 5 milhões de dólares construído especificamente para a produção.

Falando com o revista oficial do fã-clube do Metallica, a So What!, Hetfield disse: "É bem agridoce, toda a parte do filme. Nós colocamos muito dinheiro, tempo e esforço nele, e o quão fantástico achávamos que era, e como 'uau, quão único é isto' que sentíamos em relação a ele, mas no final, foi um fracasso. Não era muito um filme-show, nem muito um drama com ação, estava em algum lugar no meio; ele simplesmente caiu pela fenda. Disapareceu. E foi triste ver isso."

Ele continuou: "A forma como a vida é agora no campo do entretenimento, especialmente filmes, dois anos de trabalho culminou em uma noite de sexta-feira. 'Ok, o filme foi lançado!'. Na noite de sexta, você sabe bem o panorama completo e como o filme será recebido nas bilheterias. Mas a gerência disse - e eu concordo com isso; faz total sentido - que Hollywood tem a ver com percepção. Hollywood tem a ver com boatos se espalhando e coisas do tipo, então se alguém twitta, 'Ei, o filme é ótimo', se isso se espalha, então ajuda. Muitas pessoas não vão ao cinema por causa de resenhas, eu acho... Eu não entendo muito disso."

Hetfield reconheceu que o "Metallica Through The Never" de fato recebeu resenhas em sua maioria positivas, mas continuou explicando: "Eu direi para minha esposa, 'Ei, vamos ver isto. Parece bom!'. E ela diria, 'Bem, ele recebeu resenhas ruins. Nós não vamos.'. É tipo... Eu não ligo. Parece bom para mim. Me deixe ir e descobrir se eu gosto ou não. Uma resenha é apenas mais uma opinião. Mas de qualquer forma, eu acho que no final ficou quanto tempo nos cinemas, umas duas semanas? Eu diria para as pessoas, 'Ei, nós lançamos este filme', e elas diriam, 'Legal, eu não posso ir nesta semana. Talvez eu vá na próxima'. Bem, na próxima não estará mais passando."

O frontman do Metallica revelou que a banda sentiu muita "frustração" pelo fato de que "não conseguiam que mais pessoas vissem" o filme. Ele disse: "É, tipo, espere um minuto. Nós íamos para as exibições e todas as pessoas estão lá, e elas estavam lá para ver o filme? Sim. Elas estariam lá se a gente não fosse aparecer? Eu não sei. Esse não é nosso forte. Simples assim. Nós fazemos música boa, nós gostamos de turnê, nós gostamos de tocar. E isso não se traduziu muito bem para os cinemas."

Um vídeo documentando a produção de "Through The Never" mostrou Peter Mensch, um dos empresários do Metallica na Q Prime, discutindo com a banda formas de economizar US$2 milhões para diminuir o orçamento do filme para US$30 milhões.

Marc Reiter, que trabalha para a Q Prime, disse a So What! que o filme foi o maior gasto único na história da banda, mais do que todos os orçamentos combinados de todos os seus discos. A Q Prime também investiu uma quantia não divulgada no filme.

Sobre a decisão do Metallica de financiar a produção do "Through The Never" sem o uso de investidores externos, Hetfield disse a So What!: "Bem, não há dúvida nessa decisão. Sabe, 'Po, nós somos realmente criativos. Nós somos artistas!'. E o dinhero de alguém se torna uma opção, e todos nós meio que sabemos que quando alguém mais está investindo, eles tem espaço para entrar e dizer, 'Ei, eu acho que isto poderia ser assim', ou 'Você pode tentar isto'. E em toda nossa carreira, nós temos sido bem resguardados ou simplesmente afastamos pessoas que nos dizem o que fazer como artistas, seja gravadoras ou o que for. Mas também há horas onde você pensa, 'Vamos fazer isso realmente de maneira profissional. Vamos ver o que mais existe por aí e arrumar um produtor para ajudar a desenvolver nossa música de outra forma, ou começar a usar designers ao invés de 'aqui está meu conceito para a capa do disco'. Pessoas que podem contribuir com seus dons."

Ele continuou: "Eu não sei se um produtor colocasse dinheiro nisso, se traria alguma coisa a mais que pudessemos precisar. Mas eu sei que fizemos a decisão certa de não deixar ninguém mexer com isso. Nós estamos pagando o preço por isso. Então que seja."

Para que o "Metallica Through The Never" tivesse lucro, seria necessário pelo menos dobrar nas bilheterias os gastos com a produção e marketing, já que os donos dos cinemas ficam com metade do valor dos ingressos. Então o filme teria que ter arrecadado pelo menos US$40 milhões para não sair no prejuízo.

Hetfield disse a So What! que ele inicialmente ficou bravo com o fato de que o "Through The Never" se tornou um fracasso comercial, com o Metallica absorvendo a maior parte das perdas. "Houve um momento que eu estava só bravo", admitiu ele. "Tipo, 'mas que diabos?'. Aquilo foi estúpido. Eu só queria apontar os dedos para todos os lados. As pessoas da distribuidora. 'Eles não falaram o que iam fazer'. Ou só apontar para Hollywood como um todo. 'Eles são um bando de impostores, cara. Eles nos venderam algo que sabiam que era porcaria'. Culpar o diretor, o produtor, a equipe... E culpar a gerência. 'Estão todos fodidos, cara'. Nós realmente assumimos um grande risco nisso. Talvez devíamos ter pensado um pouco mais sobre isso. Construir o palco - foi muito dinheiro nessa coisa. Mas no final, é com a gente. É nossa culpa! Nós concordamos com isso, e então aí está. Então aprendemos uma lição."

Ele completou: "AS coisas acontecem por uma razão, e você pode não ver o lado bom agora, mas no final, vai saber? Talvez o filme fique marcado na história de alguma forma, ou talvez tenhamos basicamente aprendido: não faça isso de novo."

Fonte (em inglêS): Blabbermouth.net


Veja também

Ulrich fala sobre bilheteria desapontadora de Through The Never (03 de fevereiro de 2014)
Ulrich ainda não considera que filme seja um fiasco (15 de outubro de 2013)
Ulrich fala um pouco mais sobre filme 3D (22 de fevereiro de 2012)
Ulrich fala sobre novo disco, filme 3D e Orion Music + More (16 de abril de 2013)
Hetfield comenta sobre composição de letras (19 de dezembro de 2008)

Comentários




Newsletter
Receba em seu e-mail as últimas notícias sobre Metallica:

Conecte-se

Facebook   Google+   Twitter   RSS   Fórum

© 1998-2020 Metallica Remains - Desde 13 de Janeiro de 1998 | Política de Privacidade