Destaques

Notícias

Hetfield: "Eu acredito em uma força superior"

   17 de Janeiro de 2017     tags: entrevista, hetfield, vídeos      Comentários

A Clique da França realizou uma entrevista com o frontman do Metallica, James Hetfield. Assista a conversa abaixo e confira alguns trechos traduzidos a seguir.


Se ele acredita em Deus:

Hetfield: "EU acredito em uma força superior, sim. Eu não sei... Ele, ela, o que for... Eu a vejo em todos os lugares. Isto é tudo para mim. E se eu escolhi vê-la, isso me faz sentir melhor. Se eu acho que posso fazer melhor [risos], isso nunca funciona. [Risos]"

Se essa "força superior" já o salvou na vida:

Hetfield: "Eu acredito que sim. Eu acredito que uma força superior, seja o que for... Algumas vezes eu penso que é o meu pai voltando para me ajudar, ou minha mãe, ou alguém, ou Cliff [Burton, ex-baixista do Metallica]. É tudo uma coisa só de qualquer forma. Se eu escolhi vê-la... Ela aparece muito na minha esposa. Ela dirá, 'O que você está fazendo? Não faça isso.' Isso costumava me deixar bravo. 'Não me diga o que fazer'. Mas, certo, eu entendo que há algo aqui me ajudando. Algo está falando... Se eu escolhi ouvir isto, então eu escolhi ouvir isto. Algumas vezes eu não ouço, mas está em todo lugar."

Sobre lidar com os aspectos negativos da fama:

Hetfield: "Para mim, eu nunca... Eu não entendo as fofocas. Isso nunca foi importante para mim. Minha esposa ama ver a revista People. 'Ohh, olha quem está namorando quem'. Eu não ligo. Mas para algumas pessoas, é importante, e eu não sei porque. Eu acho que elas apenas se veem nas outras pessoas, ou gostariam de se ver, ou estão sonhando, ou elas são seus mentores ou algo assim. Eu não sei. Para mim, eu acho que quando as pessoas me seguem na rua ou algo assim, eu entendo o que elas podem estar procurando, mas eu não sou isso. Digo, eu sou apenas alguém que toca música e achei meu caminho. O que eu acho é que elas esperam algo - elas esperam algo, seja um autógrafo ou uma foto ou o que for. É como se elas quisessem algo. E eu quero cumprimentar, eu quero falar olá, eu quero conversar com elas, e eu não me lembro muito de como era apenas ir a um show e se sentar na grama e curtir, e não ter alguém vindo e te pedindo algo. Então é uma parte da minha vida, e eu vejo que as pessoas querem, elas tem uma necessidade de algo. Elas te admiram, ou elas investem - elas investem uma parte delas em você, e quando você as desaponta, elas não sabem o que fazer. É difícil. Então tudo que eu posso fazer é ser eu mesmo. Eu não posso ser tudo para todo mundo. Não é justo comigo mesmo."

Fonte (em inglês): Blabbermouth.net


Veja também

Hetfield: "Dave Mustaine é uma boa pessoa" (12 de novembro de 2004)
Hetfield: Mudança para Colorado foi motivada por atitude elitista de São Francisco (19 de dezembro de 2016)
Hetfield: Política polariza as pessoas (06 de abril de 2017)
James fala sobre como é tocar sóbrio (14 de julho de 2004)
Hetfield: "Não estamos recriando a mesma música de novo e de novo" (22 de fevereiro de 2018)

Comentários




Newsletter
Receba em seu e-mail as últimas notícias sobre Metallica:

Conecte-se

Facebook   Google+   Twitter   RSS   Fórum

© 1998-2020 Metallica Remains - Desde 13 de Janeiro de 1998 | Política de Privacidade