Destaques

Notícias

Hammett: Material novo é um pouco mais progressivo que Lords of Summer

   15 de Abril de 2015     tags: hammett, entrevista      Comentários



O guitarrista do Metallica, Kirk Hammett, falou que o material que a banda tem escrito para o próximo álbum "é um pouco mais progressivo" que a música "Lords of Summer", que foi tocada pela primeira vez mais de um ano atrás no primeiro show da turnê sul americana.

Durante uma aparição ontem (14 de Abril) no Liquid Metal da SiriusXM, Hammett falou sobre o progresso das sessões de composição do sucessor do disco "Death Magnetic", de 2008: "Eu diria que algumas das coisas [que escrevemos] é similar a 'Lords of Summer'. 'Lords of Summer' é bem acessível, pois eu acho que é um dos riffs com som mais acessível e há um melodia bem legal. Muito do restante do material é um pouco mais progressivo - meio que nas linhas do que o 'Death Magnetic' acabou sendo."

Ele continuou: "Eu diria que há algumas coisas bem cativantes vindo, e eu estou bem animado da direção que as coisas estão soando. Se eu pudesse comparar com alguma coisa, talvez fosse remotamente parecido com o approach que tivemos no '...And Justice For All', mas ele não soa como o '...And Justice For All' - ele não tem aquele som que o '...And Justice For All' tinha, o que eu achei que foi bem único na época."

Hammett acrescentou: "Eu ouço muitas bandas de metal hoje, e há bandas que realmente gostam daquele som do '...And Justice For All' e buscam isso. E legal, cara. Digo, eles estão fazendo melhor do que fizemos, pois você pode ouvir o baixo."

Kirk também falou sobre como ele encontra inspiração e motivação para gravar um disco novo do Metallica atualmente. Ele disse: "É o que sempre faço. Eu sempre volto para as coisas que me influenciaram quando era mais novo e comecei a sair, pois essas coisas ainda são inspiradoras. E então eu olho em volta e vejo o que está rolando atualmente, e como as bandas estão soando atualmente, pois eu sempre estou curioso."

E continou: "O que eu faço é mais olhar o que está rolando e eu gosto de ver como nosso som se encaixa no que está rolando. É realmente apenas uma coisa do dia a dia. Eu ligo o rádio e começo a ouvir as estações. E se eu ouvir uma trecho de música que eu acho que é particularmente interessante, então ouvirei e talvez ouvirei e pegarei algo e pensarei, 'Uau! Essa é uma melodia bem boa. Talvez eu devesse aplicar isso a este pedaço de solo'. E pode ser qualquer tipo de música - pode ser rock, pode ser heavy metal, reggae... Qualquer coisa. E eu usarei isso talvez como ponto inicial para criar algo diferente."

Fonte (em inglês): Blabbermouth.net


Veja também

Hammett: "Eu perdi meu iPhone com duzentas e cinquenta idéias musicais" (18 de abril de 2015)
Lars Ulrich: "O rock pesado está meio estagnado" (03 de novembro de 2004)
Ulrich: "90 porcento do próximo disco está escrito" (07 de junho de 2014)
Hetfield diz que "The Blackening" do Machine Head é inacreditável (08 de setembro de 2008)
Hammett: "O banco de riffs continua a aumentar e aumentar" (10 de junho de 2013)

Comentários




Newsletter
Receba em seu e-mail as últimas notícias sobre Metallica:

Conecte-se

Facebook   Google+   Twitter   RSS   Fórum

© 1998-2020 Metallica Remains - Desde 13 de Janeiro de 1998 | Política de Privacidade