Destaques

Notícias

Hammett: James Hetfield é um poeta

   24 de maio de 2017     tags: entrevista, hammett, hardwired to self destruct      Comentários

`

Kirk Hammett, guitarrista do Metallica deu uma entrevista para o The Inquirer e chamou seu colega de banda, James Hetfield, de "poeta". O elogio foi por conta da carga emocional que James coloca nas composições da banda. "James é um poeta cara. Toda vez que começamos a escrever, me surpreende a capacidade dele com as palavras, o lado humano mesmo. Se você olha pra ele não imagina que ele seja assim, mas ele é muito sensível e se souber que eu estou falando tudo isso dele, ficaria desconcertado".

Hetfield disse à So What! (revista para os fãs da banda) sobre sua idéia para "Hardwired", faixa que abre o último álbum lançado pela banda: "A letra é muito simples, não é Shakespeare, eu sei disso. Tem a ver com essa era eletrônica, com todas essas 'ferramentas', como estamos nos auto destruindo com tudo isso, essa briga de egos. A frase "hardwired to self destruct" veio de um amigo meu que estava lutando contra esses vícios. Seria esse o nosso futuro? Somos nós mesmos que iremos nos auto destruir? Isso me chamou a atenção. Sobre a 'Moth Into Flame', ela é bem oque a letra diz também. Hoje em dia todo mundo tem uma obsessão por ser famoso. Ser popular. Seja lá na própria conta do facebook ou fazendo selfie pela rua. Pra que?".

Em uma entrevista recente, o baterista do Metallica, Lars Ulrich, também falou sobre o significado de "Hardwired" , explicando como os fãs da banda interpretaram a música de várias maneiras. Ele disse à revista Q: "Infelizmente, ela poderia ser a trilha sonora do momento em que vivemos, no sentido político (risos) mas, não é. Não nasceu nesse sentido. James tinha a idéia relacionada sobre como é uma característica das pessoas que querem fazer o bem, parecem que tem dentro do dna a capacidade de estragar tudo ao invés de fazer o certo. Nós escrevemos e gravamos isso em menos de uma semana e, quando surgiu em agosto a divulgação, todas as pessoas começaram a associá-la à maneira louca que o mundo está agora, e na verdade ela fala sobre cada um. Para mim, é importante que não haja uma maneira correta ou errada de ouvir a música, não há maneira certa ou errada de ouvir ou interpretar algo. Então, se é isso que as pessoas fazem dessa música, eu não vou dizer a eles que eles não deveriam fazer isso. Mas certamente não foi dado à luz como, 'Agora vamos escrever um hino para o período tal".

Ele acrescenta: "O bom sobre as letras do James é quão ambíguas elas são na maioria das vezes e como as pessoas podem pegar quase todas as letras e transformar elas em algo que se encaixa na sua visão do mundo. Realmente tem esse tipo de ambigüidade. Se isso é o que as pessoas querem fazer, eu fico muito feliz que nossa música sirva para qualquer coisa agora (risos)"

Fonte: Whiplash!

    Top

Hammett: Cada vídeo do Hardwired custou entre 15 e 20 mil dólares

   20 de abril de 2017     tags: entrevista, hammett, áudio      Comentários

Como noticiado anteriormente, nos dois dias antes do lançamento oficial do último disco do Metallica, "Hardwired... To Self-Destruct", em 18 de Novembro, a banda divulgou clipes para cada uma das músicas do disco.

Em uma nova entrevista com Andy Hall da rádio Lazer 103.3 de Des Moines, Iowa, o guitarrista do Metallica, Kirk Hammett, foi questionado se ele estava feliz com o resultado dos vídeos do Hardwired. "Oh, sim. Alguns dos vídeos que fizemos, eu acho, são os melhores vídeos que já fizemos. O vídeo de 'Dream No More', eu acho, é totalmente espetacular e me lembra de um filme de Kenneth Anger que foi gravado talvez na década de 50 ou 60. Do ponto de vista artístico, eu acho que é muito legal. E também nos dá uma vantagem em todas as situações onde uma banda lança um novo álbum e alguém ouve uma faixa, uma faixa nova, e decide, 'Oh, eu vou fazer um vídeo no YouTube desta faixa', e então, de repente ele se torna o vídeo predominante no YouTube para aquela música. Isso acontece; é algo bem comum que acontece no mundo do YouTube, e estamos cientes disso. E então decidimos fazer isso por conta própria e garantir que o vídeo que fizemos para aquela música fosse o vídeo principal que todos vissem para aquela música, ao invés da visão de alguma outra pessoa para ela."

Hammett também foi perguntado se existe alguma música antiga do Metallica que a banda nunca gravou um clipe, que ele acharia que ficaria bem com uma interpretação visual. Ele respondeu: "É interessante você dizer isso, pois é tão mais barato atualmente fazer vídeos. É louco quão barato é. Tá certo, voltarei a 1988. O vídeo de 'One' nos custou muito dinheiro - 6 dígitos - e ficamos assustados com o custo. Você não conseguia entender porque custava tanto. Agora você vem para 2016, 2017, um vídeo típico que fizemos para o 'Hardwired' atualmente custou entre 15 a 20 mil [dólares]. É loucura quão barato é. Muito disso é por conta da tecnologia digital. O que me leva ao fato de que já que os vídeos são tão baratos hoje, seria interessante para a gente se decidissemos voltar e fazer um vídeo para uma faixa que nunca fizemos um clipe - tipo, 'Carpe Diem Baby' do 'Reload'. É uma possibilidade atualmente, pois é tão barato fazer vídeos. Eu não sei se acharíamos inspiração de fato para fazer algo assim, mas vai saber. Talvez as pessoas comecem a fazer isso."


Fonte (em inglês): Blabbermouth.net

    Top

Hammett: As vezes sou uma pessoa brava e isso acaba saindo na minha música

   13 de abril de 2017     tags: entrevista, hammett, vídeos, brasil      Comentários

Kirk Hammett foi entrevistado pela 89FM antes da apresentação no Lollapalooza Brasil. No meio da conversa, o entrevistador disse que ele já tinha feito muito na música com o Metallica e perguntou se há algo que ele ainda não tenha feito, e ele respondeu: "Eu gosto muito de outros tipos de música, adoro Bossa Nova, Jazz e quero fazer minhas versões desses estilos. Eu não tenho ideia de como isso vai soar, mas sinto que meio 'groove' e agressivo. Eu às vezes sou uma pessoa brava e isso acaba saindo na minha música".


Fonte: Whiplash!

    Top

Hetfield: "Fãs participavam mais sem celular"

   12 de março de 2017     tags: entrevista, hetfield, hammett, vídeos, brasil      Comentários

O Fantástico entrevistou integrantes do Metallica, que voltam ao Brasil este mês para o festival Lollapalooza, em São Paulo. James Hetfield falou sobre o uso dos celulares em shows: "Os fãs participavam mais sem celular. Eu sempre acho que as pessoas vão se arrepender por não guardar o show no coração, em vez de guardar no celular". Mas James faz uma ressalva: “Seria legal se já existisse celular na década de 80, quando o Metallica estava em começo de carreira e ainda tinha Cliff Burton. Temos muitas saudades. Eu adoraria ter mais fotos e vídeos dele”, afirma.

    Top

Hammett explica a evolução das letras da banda

   09 de março de 2017     tags: entrevista, hammett, hardwired to self destruct      Comentários



O guitarrista Kirk Hammett disse que o Metallica quis recapturar o clássico "Kill 'Em All", de 1983, em seu álbum mais recente, "Hardwired... To Self Destruct". A declaração foi dada em entrevista à rádio RMX, do México.

"Em termos de atitude, foi similar ao que está em 'Kill Em All'. Foi a ideia, no começo. Claro que não poderíamos fazer outro 'Kill Em All'. Então, o resultado final é onde acabamos após compormos com este pensamento", afirmou.

Kirk complementa: "Este disco é uma representação precisa de onde nossas cabeças estão musicalmente. O que nos empolga hoje são coisas empolgadas, enérgicas, com mais groove. As parte mais melódicas estão presentes. É o que queremos ouvir. E se está parecido com '...And Justice For All' e 'Kill Em All', ótimo".

Hammett falou também sobre a temática lírica do "Hardwired... To Self Destruct", explicando que tem a ver com a maturidade emocional envolvida na composição. "Acho que, à medida em que nossa consciência e inteligência emocional avança, nós amadurecemos um pouco - especialmente, por estarmos cientes de diferentes estados emocionais que podemos ter", afirmou.

Houve, segundo ele, uma mudança de perspectiva por parte de James Hetfield, principal compositor lírico. "Em algum momento, houve uma mudança em que as letras de James se tornaram mais sobre, 'sim, nós sabemos que estamos em um lugar fodido, mas isso é o que farei para tentar torná-lo um pouco mais seguro para mim e para quem está ao redor'. É uma grande mudança", disse.

Fonte: Whiplash!

    Top

Hammett: O heavy metal sempre foi um espelho dos sentimentos, emoções, condições, situações e circunstâncias das pessoas

   08 de março de 2017     tags: entrevista, hammett      Comentários



O guitarrista do Metallica, Kirk Hammett, disse a Tim Noakes da revista Rough Trade em uma recente entrevista que os tempos incertos e negros que vivemos resultará em um ressurgimento da música brutal. "Do que eu posso ver, o heavy metal e a música em geral sempre foi um espelho dos sentimentos, emoções, condições, situações e circunstâncias das pessoas", explicou. "Parece que nas melhores épocas, tivemos músicas realmente felizes, quase medíocres, e nas piores, tivemos músicas realmente raivosas, de protesto. Então será assim no futuro? Eu não sei. Mas eu sei que há muitas pessoas bravas, privadas de seus direitos por aí, que estão frustradas e tem toda esta raiva que precisam extravasar, espero que de uma forma catártica."

Hammett também pareceu concordar com um estudo recente que mostrou que ouvir heavy metal ou estilos extremos de música ajuda se livrar de sentimentos como raiva e depressão. "Ouvir e tocar heavy metal realmente ajuda", disse ele. "É uma coisa circular - a música ajuda a pessoa que a está criando e tocando, e assim que é tocada, ela ajuda outras pessoas no caminho."

"Parece que o futuro é mais imprevisível agora do que já foi em minha própria vida", continuou. "Será interessante ver o que as pessoas farão - elas ficarão grudadas em seus computadores e digitarão suas frustrações, ou elas simplesmente acordarão, olharão em volta e perceberão o que está rolando: estamos sendo separados e divididos do jeito mais trapaceiro possível."

Tanto Hammett quanto o baterista do Metallica, Lars Ulrich, já manifestaram seus descontentamentos com o presidente dos EUA, Donald Trump, algo pouco usual para uma banda cujos membros nunca falaram muito sobre política.

Falando sobre o aumento da retórica divisiva da política global dominante, que ameaça reverter direito humanos ao redor do mundo, Hammett disse a Rough Trade: "É um mundo estranho e nós realmente precisamos não nos dividir, pois é isso que o poder que está tentando nos controlar quer. Atualmente todo mundo está tão dividido que nós realmente precisamos achar algo em comum do que encontrar nossas diferenças - para focar naquilo que nos une. Algumas pessoas do outro lado do espectro podem falar, 'talvez nós devessemos ser mais isolacionistas e apenas proteger nossa tribo', mas eu simplesmente não acredito que o resultado final será benéfico para todos."

Hammett também reconheceu o papel das mídias sociais em espalhar "notícias falsas" com importantes consequências políticas.

"Goste ou não, é uma comunidade mundial agora por causa dos computadores", disse ele. "Aquela tela é um portal para o mundo e as pessoas apenas precisam perceber a responsabilidade que vem por estarem na internet. Há muita imprudência, muita irresponsabilidade, muita mentira, muita desorientação, e é preocupante pois isso apenas complica ainda mais o mundo."

Fonte (em inglês): Blabbermouth.net

    Top

Hammett reage a covers de músicas do Metallica

   07 de março de 2017     tags: vídeos, hammett, curiosidades      Comentários

Em um vídeo no YouTube do canal de Luisito Rey do México, o guitarrista do Metallica, Kirk Hammett, assiste e comenta sobre alguns covers que outros artistas/fãs gravaram de músicas do grupo. Confira abaixo.

    Top

Hammett está vendendo seu Jaguar XKE de 1968

   16 de fevereiro de 2017     tags: hammett      Comentários




O guitarrista do Metallica, Kirk Hammett, está vendendo seu Jaguar XKE 1.5 2+2 de 1968. A venda está sendo tratada exclusivamente pelo Beverly Hills Car Club, o maior vendedor de carros clássicos europeus do mundo.

"Kirk é uma lenda viva na indústria da música", disse Alex Manos, dono do Beverly Hills Car Club. "Este carro personifica seu senso de estilo e seu apreço pela qualidade. Enzo Ferrari o chamou de 'o carro mais bonito já feito' e em 2004, a revista Sports Car International colocou o E-Type em número um de sua lista de carros esportivos dos anos 60. Ele também representa o tipo de carros que temos disponíveis para compra e venda aqui. Estamos bem felizes em achar um novo dono para o Jaguar de Kirk."

O altamente colecionável Jaguar XKE de 1968 mostrado aqui tem transmissão manual. Este carro, que foi repintado com um preto brilhante, era originalmente prata azulado, e contém um volante de madeira, rodas raiadas e inclui um estepe. O motor e a transmissão estão funcionando corretamente.

Os lances estão sendo feitos pelo eBay, e o leilão termina na sexta-feira, 17 de Fevereiro, as 1:45 PST.

Fonte (em inglês): Blabbermouth.net

    Top

Hammett: "Meu objetivo, como músico, é ter meu som próprio"

   26 de janeiro de 2017     tags: entrevista, hammett      Comentários



Durante participação no programa "Whiplash" da rádio KLOS, foi perguntado a Kirk Hammett quando ele percebeu que seu estilo próprio como guitarrista começou a surgir: "Woah... talvez há algumas semanas (risos). É engraçado, pois como um músico dedicado, um guitarrista dedicado, eu pego minha guitarra e toco todo dia, tem sido assim desde o começo, toco muito, trabalho pesado, tento manter a mente aberta para absorver ideias novas, filtro as boas e descarto as ruins. E sempre que toco é a mistura disto tudo com minha personalidade que emerge. Chegam para mim e dizem 'Kirk, você está fazendo um excelente trabalho, você tem sua sonoridade própria'. É difícil eu perceber pois sou eu tocando. Mas desde o álbum de estreia do Metallica ("Kill 'Em All") as pessoas vêm me dizendo isto. E este é meu maior objetivo como músico - ter minha sonoridade própria. E eu entendo como acontece, apenas preciso trabalhar em ser individual e tocar o melhor que puder que cedo ou tarde minha personalidade e identidade próprias vão fluir. Adoro saber que outras pessoas percebem minha personalidade através da minha guitarra".

Fonte: Whiplash!

    Top

Hammett critica discurso inaugural de Donald Trump

   21 de janeiro de 2017     tags: hammett, trump      Comentários



O guitarrista do Metallica, Kirk Hammett, criticou no Twitter o discurso inaugural do recém empossado presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que aconteceu nesta última sexta-feira, 20 de Janeiro. Confira abaixo a tradução:

Discurso inaugural de Trump e ele nos pedindo para colocar os EUA em primeiro lugar, pra mim, soa familiar com o que foi falado em discursos que rolavam na Alemanha na década de 30... E mais tarde na Rússia na década de 40...

Prestem atenção, pessoal! Se levantem para a verdade, compaixão e união. Não se contentem com nada menos que isso.

Rejeitem mentiras
Alarmismos
Ódio sem motivo

O sistema nos quer dividido, para que seja mais fácil nos controlar emocionalmente.

ESTAMOS TODOS JUNTOS NISSO! GOSTEM OU NÃO, PRECISAMOS UNS DOS OUTROS PARA SUPERAR A AMEAÇA MAIOR... E todos nós sabemos qual é a ameaça - as pessoas no poder que estão tentando negar a nós e nossos filhos e netos um saudável futuro verde.

REJEITEM A CARNIFICINA AMERICANA. Somos uma nação melhor agora mais do que nunca, melhor do que cinco anos atrás! REJEITEM AS MENTIRAS DAS PESSOAS NA NOVA ADMINISTRAÇÃO, ELAS ESTÃO LÁ APENAS PARA ALIMENTAR SUA PRÓPRIA SEDE POR GANÂNCIA E PODER.

Os EUA nunca deixaram de ser grande!! Os EUA são uma das nações mais ricas e prósperas do planeta. Eu tenho orgulho dos EUA!! Dizer que os EUA não são grandes, que falta grandeza, cria um cenário para manipulação e controle para os outros - prestem atenção, pessoal! Lembrem a grande américa de hoje. Então eu verificarei com vocês sobre a grandeza dos EUA daqui seis meses e veremos o que mudou.

As únicas pessoas que negam MUDANÇAS CLIMÁTICAS são as mesmas que perdem com a energia renovável. A administração está pensando que pode simplesmente ignorar as MUDANÇAS CLIMÁTICAS. Pessoal, chegou a hora da gente fazer a diferença. Não vamos aceitar suas pregações sobre nossa Mãe Natureza - REJEITEM OS NEGADORES!!! ELES SÃO ASSASSINOS DA TERRA.

REJEITEM o termo direita alternativa, apenas outro eufemismo sorrateiro para a supremacia branca, chamem como deve ser chamado! Não deixem que eles se escondam por trás da desonestidade!

Uma última coisa: Se não lutarmos, corremos o risco de perder nossos direitos. Defenda a democracia daqueles que querem destruí-la!

    Top


  Próximas >>>

Newsletter
Receba em seu e-mail as últimas notícias sobre Metallica:

Conecte-se

Facebook   Google+   Twitter   RSS   Fórum

© 1998-2017 Metallica Remains - Desde 13 de Janeiro de 1998 | Política de Privacidade