Destaques

Notícias

Hetfield: "Estamos focando no sentimento do 'Master of Puppets' no novo álbum"

   14 de Julho de 2007     tags: hetfield, entrevista, vídeos      Comentários

O frontman do Metallica, James Hetfield, foi entrevistado pela NRK da Noruega nesta terça-feira (10 de Julho), antes da apresentação da banda em Oslo. A entrevista de sete minutos pode ser conferida clicando aqui. Seguem alguns trechos:

Q: Como soará o novo álbum do Metallica?

Hetfield: "O melhor que a gente pode atualmente, eu diria, e é assim que sempre foi. O [produtor] Rick Rubin é extremamente bom em tirar o melhor de qualquer artista com quem ele trabalha, seja Bestie Boys, Neil Diamond, Slayer, Slipknot... Ele faz tudo, ele faz rap... Qualquer coisa! De alguma forma ele acerta. Ele tem uma boa vibração, e um bom ouvido, e nós achamos que nós também temos. Então algumas vezes tem um pouco disto - nós gostamos de nossas coisas do nosso jeito, ele gosta das coisas dele do jeito dele - mas com dois grandes poderes fazendo algo juntos, eu acho que nós vamos fazer algo muito bom. Ele nos tem feito focar muito nas sensações existentes no 'Master of Puppets' - o que estava passando por nossas mentes? Como era isso? - a fome ao redor do 'Master of Puppets'."

Q: Vocês tocaram no Live Earth. O que você pensa sobre a crise no clima? No que o Metallica pode contribuir neste processo?

Hetfield: "Eu realmente evitei a imprensa no dia do Live Earth. Eu não concordei muito com o que estava acontecendo lá. Política me deixa louco, e eu não gosto de falar sobre política. Políticos ficam no caminho das coisas; eles ficam no caminho na hora de terminar as coisas, e estarmos livres com nossa música é o que queremos - nós não queremos ser acobertados por democratas, republicanos ou outra coisa. Nossa filosofia é 'pense por si mesmo' no final do dia - faça o que achar correto. Eu realmente acredito que os humanos vão sobreviver. Eu tenho muita fé na humanidade, que nós vamos resolver e adaptar - seja o que for; independente de ser feito por nós ou por Deus, ou a mãe natureza - nós temos muitas pessoas espertas neste planeta que tirarão algo de bom do ruim."

Q: Vocês estão em uma banda por 25 anos. Quais são os planos para os próximos 25 anos?

Hetfield: "Sim, conte como 26, 27, 28... Sabe, é um dia por vez. Algo que nos anima é ser podermos ser nomeados para o Rock and Roll Hall of Fame nos EUA, o que é algo grandioso. Nós tocamos lá ano passado para o Black Sabbath, que decidiu não tocar, e nós falamos que tocaríamos. [Risos] Foi bem divertido. Sabe, é este marco histórico. Muitas bandas são indicadas, mas não muitas bandas estão lá para tocarem juntas para dizer 'Oi' e 'Obrigado'. Se você conseguiu atingir os 25 anos, ou vocês se odeiam ou vocês se separaram ou não chegaram até lá, ou algo assim. Então nós estamos bem orgulhosos. Não existem muitas bandas que podem dizer isso, então nós somos bem gratos a isso."

Q: Vocês tiveram um pouco de dificuldade na última gravação. Como vocês estão trabalhando agora no novo álbum?

Hetfield: "Bem, uma coisa que alguém disse no último disco - passar por toda a limpeza, a terapia, as conversas, as barreiras... Sabe, ir de um extremo ao outro - de odiar um ao outro, de não conversar, para abraçar e chorar sobre cada nota... É loucura - de um ao outro. São ambos irreais. Em algum lugar no meio termo disso é onde precisamos viver, e o equilíbrio é difícil algumas vezes, especialmente pra mim, que gosto dos extremos, ou penso que eu gosto deles. Todo o trabalho que fizemos no 'St. Anger' foi dito que não era pro 'St. Anger', era para um próximo álbum e isso faz sentido. O 'St. Anger' era muito como um anúncio - era como uma liberação de um sentimento. E esse novo álbum é mais um trabalho em equipe - em harmonia, em contato, em alegria, em tristeza... Tudo isso junto. E agora somos capazes de superar isso - nós andamos pelo fogo, nós sabemos onde isso acaba e não precisamos disso de novo."

Agradecimentos: Lady Justice
Fonte (em inglês): Blabbermouth.net


Veja também

Hammett: "Tocar no Live Earth pode ter sido um dos momentos mais importantes de nossa carreira" (31 de julho de 2007)
Hetfield: "Kerry King tem medo de envelhecer" (22 de julho de 2007)
Ulrich: "As coisas estão brilhantes agora" (14 de julho de 2007)
Hetfield diz que "The Blackening" do Machine Head é inacreditável (08 de setembro de 2008)
Hetfield sobre disco novo: "Envolver o passado no agora" (15 de maio de 2008)

Comentários




Newsletter
Receba em seu e-mail as últimas notícias sobre Metallica:

Conecte-se

Facebook   Google+   Twitter   RSS   Fórum

© 1998-2020 Metallica Remains - Desde 13 de Janeiro de 1998 | Política de Privacidade