Destaques

Notícias

Ulrich sobre o Orion: "Não queremos ser previsíveis"

   26 de fevereiro de 2013     tags: orion music and more 2013, ulrich, entrevista      Comentários

A revista Revolver realizou recentemente uma entrevista com o baterista do Metallica, Lars Ulrich. Alguns trechos da conversa podem ser conferidos abaixo.

Revolver: Quais foram seus momentos favoritos do festival Orion Music + More do ano passado?

Lars: Toda a experiência que eu tive na tenda de filmes. Foi tão legal mostrar filmes para 300 fãs do Metallica e fazer sessões de perguntas e respostas com diretores e produtores. Eu também curti de ter a chance de tocar o "Ride the Lightning" e fazer o coisa do disco preto na íntegra, que foi a única vez que fizemos nos Estados Unidos. E só sair e ser parte do cenário por alguns dias. Eu me diverti vendo bandas também, em várias tendas, de Hot Snakes ao Jim Breuers. Ver o Avenged Sevenfold e The Sword e Sepultura e Arctic Monkeys. Eu tive a chance de apresentar o Arctic Monkeys, o que foi bem legal, pois eu tenho um filho de 14 anos que louva o chão pelo qual o Arctic Monkeys caminha. Então eu fui um pai bem legal por alguns minutos quando eu os apresentei.

Revolver: O que fez vocês incluirem um palco de EDM este ano?

Lars: Quando nós tocamos no Outside Lands Festival em San Francisco em Agosto, Hetfield e eu fomos até o... Ok, agora estou mentindo. Nossos filhos nos puxaram até a tenda eletrônica. [risos] E eu fiquei do lado do palco e vi 20-25 mil crianças de 14 anos ficando totalmente loucos com Skrillex. E a energia e todo o espetáculo de luzes e sons, foi uma vibe tão intensa. E então nós dois ficamos lá com nossos filhos e estávamos tipo, quer saber? Nós precisamos levar um pouco disso para o festival Orion. E Bassnectar é ótimo. Ele é um desses caras únicos do mundo inteiro, e ele é um dos caras locais do norte da Califórnia e nós ouvimos que ele é um pouco de fã de metal. Então ele está liderando a tenda eletrônica toda.

Revolver: Vocês tocarão algum de seus álbuns clássicos este ano?

Lars: Se eu fosse um apostador, o que eu não sou, eu provavelmente não colocaria muito dinheiro nisso. Eu acho que você precisa ser cuidadoso para que isso não se torne algo que as pessoas esperam todo ano, especialmente quando você só lança discos a cada cinco anos como a gente. Nós ficaremos sem discos para tocar em algum momento bem rápido. Mas eu acho, ouça, nós tocamos "Puppets" [em 2006], nós tocamos "Lightning", e nós tocamos o disco preto. Eu acho que é algo que nós continuaremos a fazer na próxima década do Metallica, mas eu não sei se vamos fazer isso no festival Orion deste ano. Obviamente há um aniversário lá. As pessoas dizem, "oh, é o aniversário de 30 anos do 'Kill 'Em All'." Mas nós não nos decidimos sobre isso ainda. Nós não queremos ser previsíveis.

A entrevista completa, em inglês, pode ser lida clicando aqui.

Fonte (em inglês): Blabbermouth.net


Veja também

Ulrich fala sobre setlist e bandas do Orion 2013 (25 de fevereiro de 2013)
Ulrich: 2018 foi o ano do Arctic Monkeys (27 de dezembro de 2018)
Ulrich: "Haverá um disco novo do Metallica, mas eu não posso me estressar com isso" (07 de maio de 2013)
Ulrich: "Nós tivemos nossos dias de nos esconder atrás das paredes" (06 de agosto de 2012)
Hammett tem mais de 400 riffs para usar (07 de junho de 2012)

Comentários




Newsletter
Receba em seu e-mail as últimas notícias sobre Metallica:

Conecte-se

Facebook   Google+   Twitter   RSS   Fórum

© 1998-2019 Metallica Remains - Desde 13 de Janeiro de 1998 | Política de Privacidade