Destaques

Notícias

Artistas falam sobre quando conheceram o Metallica

   15 de Abril de 2011     tags: guns n' roses, slayer, anthrax, korn, cavalera conspiracy, slipknot      Comentários

Rick Florino da Artist Direct conversou com vários membros da comunidade do metal para discutir sobre quando descobriram o Metallica. Confira abaixo alguns trechos.

Quando você descobriu o Metallica pela primeira vez e o que eles significaram para você?

Slash [Velvet Revolver, Guns N' Roses]:
"Eu descobri o Metallica pela primeira vez quando eles lançaram seu primeiro EP. O Metallica sempre foi uma das minhas bandas de heavy metal favoritas. Eu acho que eles são uma das bandas de metal mais versáteis que surgiu na década de 80. Eles também são uma das mais criativas. Eu acho que James Hetfield é um dos maiores guitarristas de heavy metal que já caminhou na na face da Terra."

Kerry King [Slayer]:
"Eu imagino que foi no The Woodstock em Orange County quando o Dave Mustaine estava na banda. Eu instantaneamente me tornei um fã. Eu não podia acreditar que o Mustaine estavam mandando estes leads incríveis naquela época e sem nem olhar para seus dedos. Eu ainda olho para meus dedos [risos]. Não havia discos então era só assisti-los. Eu acho que o Metallica pode ter estado na compilação do Metal Massacre ou algo assim."

Scott Ian [Anthrax, The Damned Things]:
"Eu estava na verdade na loja de discos do Johnny Z, a Rock'n Roll Heaven, em New Jersey. Ele tocou para mim a demo No Life 'Til Leather, então esta foi a primeira vez que eu ouvi alguma coisa do Metallica. Foi destruidor ouvir pela primeira vez. Uma das sensações mais legais de ouvi-la era simplesmente saber que havia outra banda na costa oeste que tinha o mesmo pensamento. Certamente, nós não soávamos parecidos na época. Só o fato de que eles estavam tocando sua própria música e tinham sua própria coisa rolando era como a gente se sentia sobre o que estávamos fazendo como o Anthrax em Nova Iorque. Não era como se tivéssemos internet na época e você poderia descobrir o que as pessoas estavam fazendo ao redor do mundo. Nós não sabíamos que haviam outras bandas fazendo estas coisas. Era difícil descobrir as coisas naquela época, a não ser que você trocasse fitas ou algo assim. Eu ouvi o Metallica e pensei, 'Estes caras tem a mesma mentalidade que a gente. Nós curtimos obviamente a mesma música'. Foi uma sensação realmente boa, saber que haviam outras pessoas por aí como nós."

Jonathan Davis [Korn]:
"Eu os ouvi pela primeira vez ou no Master of Puppets ou no Ride the Lightning. Eu estava na casa do meu amigo, e este cara veio e disse, 'você precisa ouvir esta merda!'. Eu tinha 14 anos ou algo assim; eu não consigo nem me lembrar quantos anos eu tinha [risos]. Este cara colocou Metallica, e eu fiquei tipo, 'uau, o que diabos é isto?'. Eu só os ouvi naquele momento, e meio que esqueci disso depois. Eu achei que era legal, mas eu genuinamente não os curti de novo até que eles lançaram o álbum preto. Estava na MTV o tempo todo. Eu realmente passei a curtir o Metallica quando eu entrei no Korn, no entanto. Eu amo tocar 'One'. Foi legal toca-la para eles no especial MTV Icon. Eles são uma das minhas bandas favoritas. Eu os admiro. Eles estão fazendo isso por tanto tempo. Esta é verdadeiramente a banda que eu admiro - eles e o Ozzy Osbourne. Nós também fizemos uma turnê com o Metallica; é maravilhoso!"

Corey Tayler [Slipknot, Stone Sour]:
"Na verdade, eu falei sobre quando eu descobri o Metallica em meu livro - The Seven Deadly Sins: Settling the Argument Between Born Bad and Damaged Good. Foi tão importante assim [risos]. Eu me lembro de ouvir o Master of Puppets na casa de um amigo. Aquela linha no final da 'Damage Inc.' - 'Foda-se tudo, sem ressentimentos' - foi aquela que todos os metaleiros esperaram ansiosamentes. Quando saiu, você pula e grita junto. Era incrível. O Metallica sempre será importante para mim!"

Max Cavalera [The Cavalera Conspiracy, Soulfly]:
"Eu cortei meu cabelo para o Ride the Lightning [risos]. É uma história verdadeira. Meu primo estava tentando colocar Iggor e eu no caminho certo. Nós tínhamos cabelo longo naquela época. Ele estava tipo, 'eu vou fazer um acordo com você. Eu te dou um álbum importado e você pode escolher o que quiser, se você cortar o cabelo'. Eu já tinha uma fita cassete do Ride the Lightning e amava. Havia uma versão importada do Ride the Lightning na loja. Eu pensei, 'eu posso conseguir aquela versão se eu cortar meu cabelo! O cabelo voltará a crescer. Em um ano, eu terei cabelo comprido de novo e eu terei um álbum importado! Foda-se!'. Eu saí, cortei meu cabelo, e consegui o Ride the Lightning como um álbum importado em vinil. Eu amei o cheiro do vinil e olhar as fotos na contracapa. Aquela arte azul do álbum era excelente. Ainda é um dos meus discos favoritos do Metallica."

O depoimento de outros artistas e músicos podem ser conferidos, em inglês, clicando aqui.

Fonte (em inglês): Bravewords.com


Veja também

Dream Theater, Opeth e Machine Head comentam sobre quando começaram a curtir o Metallica (18 de setembro de 2008)
Kirk relembra composições com Cliff no "Ride" (21 de junho de 2014)
Flemming Rasmussen fala sobre gravar o Ride the Lightning (08 de agosto de 2014)
Hammett: "Acabamos de começar a pensar em compor material novo" (08 de junho de 2011)
Mustaine revela sua música favorita do Metallica (16 de agosto de 2011)

Comentários




Newsletter
Receba em seu e-mail as últimas notícias sobre Metallica:

Conecte-se

Facebook   Google+   Twitter   RSS   Fórum

© 1998-2020 Metallica Remains - Desde 13 de Janeiro de 1998 | Política de Privacidade