Destaques

Notícias

Fã do Metallica que viu show no palco do Rock in Rio e encontrou ídolos tatua autógrafos nas costas

   20 de setembro de 2015     tags: rock in rio 2015, brasil      Comentários



A noite foi de puro êxtase para 150 fãs do Metallica que subiram no Palco Mundo e assistiram à apresentação dos roqueiros lá de cima, bem atrás dos fãs. Imagine, então, se você você também consegue encontrar com seus ídolos, ganha autógrafos e tira fotos? Foi isso que aconteceu com a carioca Cristine Ferreira, de 35 anos. Fã do Metallica desde os 11 anos, ela viveu um dia inesquecível nesse sábado, no Rock in Rio, e decidiu guardar as recordações na pele: ela tatuou os autógrafos que tinha e que não tinha até.

— O James (Hetfield) não participou do meet and greet, mas como ele é meu maior ídolo, eu não podia deixar de colocar o autógrafo dele. Peguei num CD que ele autografou para mim e marquei para sempre a minha pele — conta a empresária, que recebeu a visita em casa da amiga e tatuadora Roberta Azevedo para realizar seu sonho: — Lars, que é o baterista, assinou nas minhas costas, um querido. Ficou olhando para ver se estava bom, pois falei que ia tatuar. Rob, que é o baixista, assinou também nas minhas costas. Ele me ajudou até a abrir a caneta porque, no nervosismo, eu não consegui. (risos) Kirk, o guitarrista, assinou num papel para eu poder passar para as costas. Ele não autografa na pele direto.



Cristine descobriu que a sorte tinha chegado no dia 9 de setembro, quando viu o resultado do sorteio, que ainda dava direito a uma acompanhante (a escolhida foi, justamente, uma amiga que conheceu por conta do fórum Metallica Remains, a mineira Beatriz Bernardo, que só subiu ao palco):

— Tem cinco anos que tento ganhar esse sorteio. Quando vi na página do MetClub (fã clube do Metallica) o “congratulations”, não acreditei. Chorei. Gritei. Neste dia, não consegui dormir. É difícil a ficha cair, entender que vai acontecer, que é real, que eles são pessoas de carne e osso e que são muito queridos e descontraídos neste contato com os fãs.



A primeira vez que Cristine viu os ídolos em ação foi em 1999, no Rio. De lá para cá, ela já foi a outras cinco apresentações, contando o do sábado, quando viu tudo do palco.

— Sou fãs desde os 11 anos, época em que o “Black album” foi lançado. No primeiro show, eu tinha 18 anos e não tinha amigos que gostavam para ir comigo. Fui sozinha. Foi realizador — afirma a empresária carioca, que não vai esquecer tão cedo a emoção que viveu no Rock in Rio 2015: — Dormi só quatro horas de ontem (sábado) para hoje (domingo). Estava muito nervosa ainda. Em êxtase, na verdade.



Fonte: Extra


Veja também

Fãs do Metallica aguardam ídolos em porta de hotel na Zona Sul do Rio (18 de setembro de 2013)
Hetfield fala sobre Mustaine e Load (03 de junho de 2009)
Hammett: "Curto horror desde que eu tinha cinco anos" (14 de setembro de 2012)
Hammett toca com Elton John em Las Vegas (03 de maio de 2016)
Kill'em All: 25 anos depois - Parte 3 (03 de setembro de 2008)

Comentários




Newsletter
Receba em seu e-mail as últimas notícias sobre Metallica:

Conecte-se

Facebook   Google+   Twitter   RSS   Fórum

© 1998-2019 Metallica Remains - Desde 13 de Janeiro de 1998 | Política de Privacidade