Destaques

Notícias

King Diamond fala sobre Guitar Hero: Metallica

   04 de Abril de 2009     tags: guitar hero, king diamond      Comentários

Carlos Ramirez do IGN recentemente conduziu uma entrevista com o cantor de heavy metal dinamarquês King Diamond (Mercyful Fate, King Diamond) sobre seu recente envolvimento com o jogo “Guitar Hero: Metallica”.

IGN: Antes de tudo, eu tenho que perguntar. Você já tinha jogado Guitar Hero ou qualquer outro jogo de vídeo game antes de ser chamado para esse projeto?

King Diamond: "Na verdade eu jogo vídeo game. É um grande modo de relaxar e não pensar em todo o resto das coisas que estão acontecendo na vida. Eu amo jogar jogos do tipo militar. Eu curto aqueles em que você tem uma missão para fazer e todo esse tipo de coisa. Jogos como Fallout são ótimos. Você esquece-se da vida com eles. Mas agora com esse jogo do Metallica, eu realmente tenho que começar a ficar bom. A empresa fez um grande trabalho com ele e sei que todos que já jogam Guitar Hero irão realmente gostar dele".

IGN: Por toda sua carreira, os fãs de metal têm tentado imitar os tons agudos de sua voz e os resultados têm sido desastrosos. Agora com esse jogo saindo, certamente as coisas não serão diferente.

Diamond: "(Rindo) É, eu tenho ouvido essas coisas ao longo dos anos vindo de fãs e até mesmo de alguns familiares. Eu sei que as pessoas se reúnem e se divertem em bares e em casa jogando Guitar Hero, então será divertido ouvi-los cantando junto com essas faixas".

IGN: Uma das coisas que você gravou para o jogo foi a canção “Evil”, originalmente de 1983. Você fez algo diferente na gravação?

Diamond: "Bom, o principal é que com exceção do baterista, nós tínhamos tocando nessa nova versão, as mesmas pessoas que estavam na gravação original. Foi interessante voltar a ouvir as gravações e tentar elucidar todas as camadas e harmonias vocais. Nós não conseguimos encontrar as gravações originais em lugar algum, então começamos tudo de novo. Hank (Shermann) pode ter mudado algumas coisas do solo de guitarra, mas eram só algumas melhorias. Ele pode, obviamente, tocar melhor atualmente, tendo em vista que tudo foi feito há muito tempo atrás, mas essa é na verdade a única grande mudança. A parte mais louca da gravação para mim foi a parte técnica. Como era para o Guitar Hero, nós tivemos que gravar separadamente cada instrumento. Não havia aquela coisa de gravar em vários canais juntos, ou esse tipo de coisa. Eu acho que essa nova versão ficou realmente ótima. Assim que sair o jogo, eu sei que as faixas estarão disponíveis também no iTunes".

IGN: O que você acha da cultura do vídeo game e do seu impacto sobre a música? Existem músicos que acham que ela tirou a atenção da música e fez os jovens ficarem preguiçosos, mas alguns acham que ela abriu novos meios para divulgar a música.

Diamond: "Eu sempre disse que vídeo game era uma coisa positiva. Como eu dizia antes, eu acho jogos realmente relaxantes. É uma forma boa de fugir um pouco da realidade. Em relação aos músicos contrários a essa coisa toda, eu acho que eles são loucos. Veja quantas pessoas são expostas a músicas que acabam gostando e que normalmente elas não seriam expostas. Os jogos de vídeo game têm feito as pessoas conhecerem e gostar tantas bandas legais, que eu nunca entendi os argumentos contrários aos jogos".

Fonte: Whiplash!


Veja também

King Diamond fala sobre o "Guitar Hero: Metallica" (23 de março de 2009)
Ulrich fala sobre porque ter escolhido o Guitar Hero (22 de outubro de 2008)
King Diamond no Guitar Hero: Metallica (23 de fevereiro de 2009)
Hetfield fala sobre Guitar Hero: Metallica (23 de março de 2009)
"Guitar Hero: Metallica" tem nível de dificuldade alto (30 de dezembro de 2008)

Comentários




Newsletter
Receba em seu e-mail as últimas notícias sobre Metallica:

Conecte-se

Facebook   Google+   Twitter   RSS   Fórum

© 1998-2020 Metallica Remains - Desde 13 de Janeiro de 1998 | Política de Privacidade