Destaques

Notícias

Death Magnetic ficará em primeiro na parada americana

   15 de Setembro de 2008     tags: death magnetic, listas      Comentários

De acordo com a Billboard.com, as projeções indicam que o Metallica tenha vendido entre 450 e 500 mil cópias nos Estados Unidos em seus três primeiros dias de lançamento (sexta-feira a domingo), com uma variável imprevisível sendo o conjunto ingresso/CD oferecido pela Ticketmaster. O álbum também foi vendido juntamente com o Guitar Hero na Best Buy para os vídeo-games Xbox e Playstation e também junto dos fones de ouvido Skull Candy.

Tradicionalmente, as gravadoras lançam novos álbuns nos Estados Unidos nas terças-feiras. No entanto, o Metallica optou por tornar o "Death Magnetic" disponível aos fãs da banda ao redor do mundo no mesmo dia.

O último CD do Metallica, "St. Anger", também teve um dia não usual de lançamento depois da Elektra Records decidir adiantar seu lançamento para 5 de Junho de 2003, uma quinta-feira, ao invés de 10 de Junho de 2003, terça-feira, para "garantir que o álbum não vazasse previamente no mercado", de acordo com a gravadora.

O álbum "Reload" do Metallica vendeu 435 mil unidades em sua primeira semana, em 1997, enquanto o Load, de 1996, atingiu 680 mil cópias. O álbum homônimo de 1991 estreiou com 598 mil cópias e desde então vendeu mais de 15,2 milhões de unidades nos Estados Unidos, de acordo com o Nielsen SoundScan.

Fonte (em inglês): Blabbermouth.net


Veja também

Death Magnetic a caminho de 500 mil cópias vendidas (12 de setembro de 2008)
Álbum preto se torna álbum mais vendido da era Soundscan (24 de dezembro de 2009)
Hardwired deve vender entre 260 mil e 280 mil cópias em sua primeira semana (20 de novembro de 2016)
Death Magnetic em primeiro na The Billboard 200 (16 de setembro de 2008)
Lulu vende apenas 13 mil cópias nos EUA (09 de novembro de 2011)

Comentários




Newsletter
Receba em seu e-mail as últimas notícias sobre Metallica:

Conecte-se

Facebook   Twitter   RSS   Fórum

© 1998-2022 Metallica Remains - Desde 13 de Janeiro de 1998 | Política de Privacidade