Entrevista a Revista Q: Parte 4

Os Invencíveis
Originalmente publicada na revista Q em inglês – Julho de 2007
Tradução em português feita por MetalRemains.

Esta indulgencia foi além de seus hábitos recreativos para sua música. O trabalho em seu quinto álbum começou, conhecido como The Black Album, em Outubro de 90 com o produtor Bob Rock. "Eles queriam ser a maior banda do mundo," Rock fala a Q.

Gravando nos estúdios One On One em Los Angeles por nove meses, Ulrich passou suas noites bebendo com o Guns N' Roses, cujo álbum de estréia, Appetite For Destruction, os colocou direto no posto de superstar. Isto era uma fonte de irritação para Hetfield. "Ele queria ser o centro das atenções e isto me incomodava porque eu sou assim também, mas de um jeito diferente," diz o frontman. "Ele sai por aí conquistando as pessoas e eu vou intimidar as pessoas para que me respeitem. Eu aprendi a desligar isto."

Lançado em Agosto de 1991, o álbum preto vendeu 600,000 cópias em sua primeira semana. Até hoje ele vendeu 14 milhões de cópias nos EUA, mais de 20 milhões ao redor do mundo. Como diz Ulrich com um sorriso, "Ele mantém o pote cheio." Metallica

O custo do disco foi estimado em um milhão de colares e três casamentos. "Por uma boa sonoridade, eu agüento isso," diz Ulrich. O baterista encontrou uma garota inglesa, Bebbie Jones, em um clube de Londres pouco depois que Burton foi morto. Ela apoiou Ulrich nesses momentos difíceis e o baterista devidamente a propôs em casamento, mas em 1990 já havia acabado. Newsted e Hammett também voltaram à vida de solteiro enquanto o perfeccionismo e hedonismo tomavam conta.

A grande tentativa incluiu uma turnê de três meses nos EUA ao lado do Guns N' Roses, começando em Julho de 1992. Ulrich revelou que na arena circense, Hetfield se isolou da decadência e dividiu um camarim com Newsted. Ulrich e Hammett foram deixados para se divertirem juntos.

Em Montreal, em Agosto de 1992, Hetfield foi levado às pressas para o hospital quando parte da pirotecnia do palco da banda explodiu embaixo dele. Ele teve queimaduras de segundo e terceiro grau em seus braços. Ele voltaria ao palco 17 dias depois.


Kirk Hammett e eu nos sentamos para conversar em um sofá no escritório bagunçado de Trujillo. Apesar de sua sensibilidade boemia parecer mais com o jeito europeu de Ulrich, sua adolescência ecoa a confusão que Hetfield experimentou. "Eu achava que tive uma infância normal até que eu conversei com outras pessoas," diz ele.

Kirk Lee Hammett nasceu em São Francisco em 18 de Novembro de 1962, sendo o filho do meio de três. Seu pai, um marujo, estava frequentemente ausente; sua mãe trabalhava para o governo. Quando criança, Hammett fazia seu próprio café da manhã antes de ir para a escola. Quando tinha 11 anos, ele voltou pra casa um dia e não encontrou sua cadela, Tippy. "Eu fui ao vizinho. Você viu minha cadela?" O vizinho respondeu que a cachorra estava com ele na sala. Hammett, aliviado, entrou na casa.

"O cara abaixou as calças e começou a fazer sexo com a minha cadela," ele relembra. "Eu não sabia se ria ou se chorava. Quando ele terminou, eu só a peguei e saí. Ela ainda estava abanando o rabo."

A família de Hammett se mudou 20 milhas ao norte, em El Sobrante, quando Kirk tinha 13 anos. Ele estava feliz por ter deixado a velha vizinhança e seu horror inerente pra trás, mas a vida estava longe de ser pacífica. "Meu pai era meio um alcoólatra. Eu nunca vou esquecer meu aniversário de 16 anos, quando meu pai espancou minha mãe." Três meses depois ele deixou a casa.

Depois da turnê do álbum preto, Hammett visitaria o infame Misson District em São Francisco para comprar heroína. "Eu estava divorciado e querendo aventura," diz ele. "Eu fumei algumas vezes, mas não era pra mim. Apenas me transformava em um velho rabugento e música alta não soava bem."

Como diplomata e pacifista da banda, Hammett é apropriado para falar da ligação entre Ulrich e Hetfield.

"Eles sempre tiveram uma relação meio vai-e-vem," ele diz. "Nós todos temos. Às vezes nós nos amamos, às vezes nos odiamos. Só depende do nível de saturação."

[ 1 ] [ 2 ] [ 3 ] [ 4 ] [ 5 ] [ 6 ]



Newsletter
Receba em seu e-mail as últimas notícias sobre Metallica:

Conecte-se

Facebook   Google+   Twitter   RSS   Fórum

© 1998-2019 Metallica Remains - Desde 13 de Janeiro de 1998 | Política de Privacidade