Destaques

Notícias

Lars: "O acesso dos fs vem de nossas razes punk"

   12 de Agosto de 2004     tags: ulrich, entrevista, skom      Comentários

O baterista do Metallica Lars Ulrich foi recentemente entrevistado pelo Star Tribune sobre o documentrio de 4.3 milhes de dlares "Metallica: Some Kind of Monster" e sobre o livro "So What! The Good, the Bad and the Ugly", a sair dia 17 de Agosto nos Estados Unidos. Seguem alguns trechos:

P: Voc est surpreso que o filme vem sendo um sucesso, mesmo entre os no-fs da banda?

Lars Ulrich: "No. Um timo documentrio um timo documentrio. Funcionou porque, como a maioria dos grandes documentrios, uma histria humana. Independente de ser sobre uma banda de rock, McDonald's, Bush, Al-Jazeera ou qualquer outro excelente documentrio, no fim eles so todos histrias sobre pessoas. Esses timos produtores de documentrios so capazes de pegar essas histrias e humaniz-las e faz-las com que as pessoas que no gostem desse estilo tenham algum tipo de ligao."

P: Como os fs mais fervorosos do Metallica vm reagindo ao filme?

Lars Ulrich: "Muito, muito positivamente. Eles gostaram desse passo, no qual ns nos abrimos. Eles gostaram desse acesso. Ns sempre tivemos uma relao aberta, acessvel com nossos fs e eu acho que o filme foi o passo seguinte para isso - talvez o ltimo passo. Eu no sei o quanto mais ns podemos nos abrir.

"Ns tomamos uma deciso h muito tempo que no seramos como o Led Zeppelin ou o Kiss, no seramos uma banda com um mistrio em volta. Isso vem das nossas razes punk, e eu acho que isso uma continuao disso."

P: Algumas das partes mais srias do filme so aquelas que mostram os problemas pessoais da vida de James, e eu sei que existem alguns problemas em sua vida atualmente. O quanto se pode culpar estar em uma banda - ou esta banda em particular - por esses problemas?

Lars Ulrich: "Excelente pergunta. E voc ter deixado essa de lado [risos]. Sabe, ser que a banda o lugar onde voc vai quando tem esse tipo de problema? o ltimo santurio? Existe uma grande rea cinza que difcil de definir.

"Obviamente, viver esse tipo de vida envolve muitas coisas. ligado a criatividade. ligado a quebrar as regras. ligado a fugir. ligado a viajar. Ela permite tantos comportamentos exagerados e extremos que no so tolerados em outras partes da sociedade. Ento a questo talvez seria, seriam as bandas o lugar onde as pessoas que j esto partidas vo?"

P: No filme, Rob Trujillo acabou de se juntar a banda e apenas fica de boca calada e toca baixo. Isso mudou?

Lars Ulrich: "Oh, ele um membro da banda. Quando estamos em nossa sala de ajustes na estrada, ele fica tocando e vem com algumas idias. Ele faz entrevistas. Ele d sugestes para as setlists. Ele um enviado de Deus, esse cara. Ele uma das grandes razes da tranquilidade e boas vibraes na banda atualmente."

P: Diga-me sobre o livro que a banda est lanando na prxima semana ["So What! The Good, the Bad and the Ugly", com entrevistas, fotos raras e anotaes pessoais].

Lars Ulrich: "Nosso f-clube lana umas quatro ou cinco revistas por ano. Provavelmente a rea onde ns chegamos no nvel mais pessoal com nossos fs. Ns escrevemos histrias para isso, contribumos com coisas muito pessoais. Ningum mais as v a no ser os membros de nosso f-clube. Bem, vieram com a idia de fazer um livro que fosse uma espcie de "melhor de" desse material. E isso que ."

fonte (em ingls): Blabbermouth.net

    Top

Lars explica sua paixo pela arte

   11 de Agosto de 2004     tags: ulrich, entrevista      Comentários

O baterista do Metallica Lars Ulrich disse recentemente ao Launch Radio Networks sobre uma das cenas mais comentadas do documentrio "Metallica: Some Kind of Monster" - trecho no qual Lars leiloa sua coleo de artes por milhes de dlares. At agora, poucos fs sabiam deste hobby um tanto caro que Lars tem em comprar pinturas originais de artistas famosos. Ele explicou que sua fascinao por arte data de sua infncia. "Sabe, eu cresci em uma famlia cercada de msica e arte e em algum ponto de, no sei, final da dcada de oitenta, comeo de noventa, eu comecei a redescobrir muitas dessas razes. E o que aconteceu que isso acabou virando uma espcie de santurio para mim fora do Metallica. Era minha particularidade do resto dos caras da banda e acabou virando uma grande paixo."

fonte (em ingls): Blabbermouth.net

    Top

Linha do tempo no Metallica.com

   10 de Agosto de 2004     tags: diversos      Comentários

Foi disponibilizada no site oficial do Metallica uma linha do tempo contendo fotos, principais eventos e datas de turns da banda a partir de seu nascimento at os dias de hoje, alm de fotos de infncia dos membros.

Para acess-la, clique aqui.

Agradecimentos: jordan

    Top

Kirk Hammett diz que as "coisas esto mais reais" no Metallica

   09 de Agosto de 2004     tags: hammett, entrevista      Comentários

O guitarrista do Metallica Kirk Hammett disse recentemente ao Reno Gazette Journal que a banda passou por uma "troca de paradigmas" graas as sesses de terapias documentadas no filme "Metallica: Some Kind of Monster". Um exemplo James Hetfield que costumava amaldioar a platia e chamar o pblico de perdedores. Mas no final de "Some Kind of Monster", podemos o ver dizendo "Metallica ama vocs!".

"Eu acho que o James costumava dizer essas coisas porque na verdade ele amava o pblico," disse Hammett sobre os insultos. "Ele podia dizer essas coisas por causa da mscara que ele usava nessa poca. Essa mscara foi tirada e o que voc v hoje a verso mais verdadeira do James Hetfield que voc poder ver. estranho porque o James Hetfield de hoje bem mais parecido com o James Hetfield que eu conheci h 21 anos, antes de tudo isso comear. James est bem mais confortvel dizendo aquilo que ele quer dizer.

"Sabe, sempre ficava estranho quando a gente dizia que amvamos uns ao outros e isso era sempre depois de muito lcool e sei l o que. Mas hoje, as coisas esto bem mais reais por aqui e esto bem mais honestas. um timo progresso para a gente.

"E tudo isso comeou - eu odeio dizer - quando Jason saiu. Ele foi o responsvel pela mudana. Ns vemos tudo diferente hoje, tudo, das msicas para os shows para o modo como tratamos as pessoas para o modo como tratamos uns aos outros para o modo como tomamos decises."

Em uma seqncia do filme, o vocalista Hetfield sai por um pequeno perodo dos ensaios para comparecer ao recital de ballet de sua filha mais nova. Se isto fizer com que alguns fs gritarem "fruta!" Hammett diz para ser assim.

"Estamos apenas sendo honestos. Existe poder na verdade. E espero que quando as pessoas virem isso, elas se sintam at mais prximas de ns. Se as pessoas entenderem a intimidade que estamos oferecendo, talvez elas achem respeito."

Apesar de torcer para que o filme d lucro, Hammett achou que a experincia no tem preo.

"Ns samos disso ainda de p e como uma banda com o relacionamento entre seus membros em seu melhor momento," disse ele.

"Para mim, se as pessoas conseguirem ver este filme e conseguirem extrair algo disso que os ajudem em suas vidas ou se outra banda puder v-lo e est quase acabando, se eles puderem v-lo e talvez fizerem as pazes, eu acho que isso algo excelente. Eu acho que isso uma maravilhosa contribuio que estamos fazendo embora eu ache difcil de assistir e eu pessoalmente me no me sinto bem."

fonte (em ingls): Blabbermouth.net

    Top

Show de Montreal: Ingressos esgotados em menos de 3 horas

   08 de Agosto de 2004     tags: montreal, madly in anger with the world      Comentários

O show do Metallica em Montreal, Canad, que acontecer dia 4 de Outubro no Bell Centre, teve seus ingressos esgotados em menos de 3 horas aps o incio de suas vendas, no sbado dia 7. Aproximadamente 19 mil ingressos foram vendidos para o evento, um dos trs shows que sero feitos no Canad nesta segunda parte da turn norte-americana.

Embora seja impressionante a velocidade de venda dos ingressos do Metallica em Montreal, a banda no conseguiu bater o recorde da cantora Celine Dion, na qual vendeu mais de 19 mil ingressos em aproximadamente 2 horas no mesmo local.

fonte (em ingls): Blabbermouth.net

    Top

Metallica Vault atualizado

   05 de Agosto de 2004     tags: vault      Comentários

O Metallica Vault foi atualizado novamente com mais um show, desta vez realizado em Nurnberg, Alemanha, no dia 21 de Maio de 1999.

As seguintes msica esto disponveis:

01 Master of Puppets
02 Of Wolf and Man
03 The Thing that Should Not Be
04 Fuel
05 The Memory Remains
06 Bleeding Me
07 Bass_Guitar Doodle - The Four Horsemen
08 For Whom the Bell Tolls
09 Kirk Doodle
10 King Nothing
11 Wherever I May Roam
12 One
13 Fight Fire With Fire
15 Sad But True
16 Creeping Death
17 Jam
18 Enter Sandman
19 Battery

Para acessar o Metallica Vault, necessrio realizar o cadastro no prprio site utilizando o CD-Key que acompanha o lbum "St. Anger". Visite a pgina clicando aqui.

Agradecimentos: KearBarl

    Top

Clipe de "The Unnamed Feeling" indicado ao VMB

   05 de Agosto de 2004     tags: premiao      Comentários

O clipe da msica "The Unnamed Feeling", tirado do ltimo lbum da banda "St. Anger", foi indicado ao prmio de "Melhor Clipe Internacional" do Video Music Brasil 2004, apresentado pela MTV brasileira.

Alm do Metallica, concorrem ao mesmo prmio Linkin Park com "Numb", Nickelback com "Someday", Incubus com "Megalomaniac", Evanescence com "My Immortal", Limp Bizkit com "Behind Blue Eyes", Offspring com "Hit That", Blink 182 com "Feeling This", Avril Lavigne com "Dont Tell Me", Red Hot Chili Peppers com "Fortune Faded", Good Charlotte - "Hold On", Nightwish com "Nemo", entre outros.

A lista completa dos indicados pode ser vista, clicando aqui.

Vale lembrar que essa categoria votada pela audincia.

Agradecimentos: Come crawling faster

    Top

James Hetfield fala de Dave Mustaine

   04 de Agosto de 2004     tags: hetfield, entrevista      Comentários

Em uma nova entrevista ao EletricBasement.com, o frontman do Metalllica James Hetfield falou sobre o ltimo trabalho da banda, o documentrio "Some Kind of Monster". Quando perguntado sobre a cena em que Lars Ulrich e Dave Mustaine se sentam para conversar cara-a-cara e se ele teve a chance de fazer o mesmo com o lder do Megadeth, Hetfield disse, "Ainda no. Ainda no, e no h motivo para no fazer isso pois ns compartilhamos muita energia, muitos caminhos e lidamos com perfeccionismo e queremos nos bater. Voc sabe, aquelas crticas em sua cabea que so to egostas. Ento ns compartilhamos muita coisa, e eu vejo nisso o sentimento que ele ainda guarda e o quanto ele queria se livrar do Lars e o quanto eu queria estar l e proteger meu irmo l, sabe. Hm, mas eu estou feliz por no ter estado. Foi bom que eles estiveram, quero dizer foi uma cena extremamente reveladora para ambos. Eu acho que o Lars finalmente no sabe o que fazer. Lars finalmente no est no controle e a cmera est l, timo! Quer dizer, ver ele daquele jeito, ver o lado humano dele e de Dave tambm, se libertar e sabe, talvez agora ele possa ver que, nossa, se ele pudesse ver isso. Eu espero que ele veja isso. Voc sabe. Porque quando eu vejo as minhas cenas como, 'Cara! Eu no aguentaria isso. Eu no ficaria em uma mesma sala que voc.' Voc sabe. um grande espelho."

fonte (em ingls): Blabbermouth.net

    Top

Aniversrio de James

   03 de Agosto de 2004     tags: hetfield      Comentários

Hoje, dia 3 de Agosto, James completa 41 anos de idade. Felicidades para o frontman do Metallica e muitos anos de vida.

Agradecimentos: KuKa HeTfielD

    Top

Phil Towle: "Jason teve a coragem de se levantar frente ao Metallica"

   30 de Julho de 2004     tags: skom, entrevista      Comentários

Em recente entrevista ao The Kansas City Star, o ex-terapeuta do Metallica, Phil Towle, disse sobre a sada do baixista Jason Newsted da banda, cena que no aparece no documentrio "Some Kind of Monster". Quando perguntado como ocorreu, respondeu, "estvamos sentados fazia meia hora mais ou menos quando Jason disse a mim, 'eu quero falar com os caras, pode pode nos dar licena?' Ento eu fui para uma outra sala. Eu podia ouvir toda a dor ressoando da sala em que eles estavam, e depois de 10 minutos, eu voltei para l. Jason disse, 'eu no quero voc aqui.' Eu disse, 'eu fui contratado para estar aqui, para trabalhar com vocs e seus problemas, e eu no posso ficar na outra sala.' Houve silncio. Ento Lars disse, 'Deixe ele ficar.'"

"Eles estavam to chocados que um membro da famlia por 14 anos estivesse saindo da banda por vrias razes. Eles disseram, 'ns temos que fazer algo quanto a isso.' Ento ofereci isto: Ao invs de investir essa energia na raiva contra o Jason, use isto para explorar os problemas mais profundos de desconforto e conflitos que os fez sair."

"Em uma famlia desfuncional, Jason teve a coragem de se levantar. Ele foi aquele que iniciou o processo de chamar a ateno. Eu li uma antiga entrevista com o Metallica na Playboy na qual os membros da banda separamente falaram mal um dos outros. Ento agora o conflito tinha vindo a tona."

Towle tambm falou sobre a cena prxima do fim de "Some Kind of Monster", na qual ele, James e Lars discutem sobre o papel de Phil na banda. Perguntado sobre o que ocorreu, Towle disse, "a banda estava passando por um momento de indeciso sobre continuar ou no comigo. Eu precisava de uma resposta. Eu disse que precisava saber porque estava pensando em parar com eles. Fora do foco das cmeras, tivemos algumas conversar sobre continuar ou no. Ento eu realmente me senti meio pego de surpresa. Eu sentia que eu tinha ajudado apenas em partes para resolver alguns dos problemas."

"Mas tambm foi difcil para mim pensar em sair. Eu estava com esse cliente todos os dias por quase 2 anos e meio. Ns comeamos com sesses de 2, 3 horas, e ento quando as coisas esquentaram enquanto faziam o lbum, eu estava no estdio todos os dias. Eu no queria sair do precesso, da intimidade. E eu pensei que tnhamos um acordo. Mas, voc sabe, a coisa que me fez sair de tudo isso foi quando Lars veio ajudar James. Isto realmente estabilizou as coisas entre eles."

A entrevista completa, em ingls, pode ser lida clicando aqui.

fonte (em ingls): Blabbermouth.net

    Top



Newsletter
Receba em seu e-mail as últimas notícias sobre Metallica:

Conecte-se

Facebook   Google+   Twitter   RSS   Fórum

© 1998-2020 Metallica Remains - Desde 13 de Janeiro de 1998 | Política de Privacidade