Destaques

Notícias

Documentário Metallimania

   28 de fevereiro de 2005     tags: metallimania      Comentários

A Killing Productions está lançando um documentário não oficial de 95 minutos de duração em DVD, chamado "Metallimania" e gravado entre 1994 e 1996, que capta com humor o Metallica e os fãs mais exaltados da banda na era pre-Napster. Como em "Some Kind of Monster", o "Metallimania" também foi finaciado pelo Metallica para sua própria diversão, uma maneira de recordar como foi a maior turnê, na época, da banda: aproximadamente três anos tocando ao redor do mundo divulgando o álbum preto, de 1991. Editado a partir de milhares de horas de gravações feitas em festivais, "Metallimania" imortaliza para as próximas gerações a banda em seus últimos dias como "Alcoholica" e alguns dos momentos dos fãs mais bêbados, aterrorizantes e confusos.

O documentário é apresentado por Marc Paschke, um dos únicos que voou ao redor do mundo no avião particular da banda, e Eric Vraverman, ex-DJ de rádio e produtor do Flotsam and Jetsam, e padrinho do casamento de Jason Newsted. Mas Paschke e Braverman não só seguiu a banda e seus fãs loucos. "Nós meio que fomos atrás deles," disse Braverman, rindo.

Enquanto o repórter e antagonista, Braverman continua elogiando o Metallica por construir o alicerce do metal, ele leva ao ar as reclamações silenciosas dos fãs sobre a banda "ter se vendido a MTV".

No passado, Braverman escreveu vários artigos satirizando o Metallica para a "So What!", a revista oficial do fã clube da banda. "Os caras do Metallica sempre apreciaram nossa pequena contribuição para o seu legado, que tirava com eles e seus fãs," disse ele. "Mas porque o filme mostra os mitos do Metallica - Eles são realmente alcóolatras? Eles são satanistas? O Lars é um pé no saco? O James é tão intimidador assim? De que planeta veio Kirk? - o produtor Hitleresco da banda achou que os fãs não teriam um filme que mostrasse a banda como ridícula. É difícil imaginar um filme que pudesse fazer com que o Metallica parecesse tão ridículo como em 'Some Kind of Monster'."

Ironicamente, Paschke sugeriu a idéia de documentar os bastidores da gravação de um álbum da banda anos atrás, e os membros acharam que as câmeras obstruiriam o processo criativo. Mas nessa época, eles não tinha um terapista que ganhava 40 mil por mês para dizer que isso era uma boa idéia.

"Eu acho que a grande diferença é que eles gastaram 4 milhões no 'Some Kind of Monster' e nós gastamos, tipo, 400 dólares no 'Metallimania' - e no nosso tem Madonna," disse Braverman. E ao contrário do rival rico, "Metallimania" se baseia em anos e anos de viagens com a banda e vendo ela funcionar, não despedaçar.

Leia mais sobre o documentário, em inglês, em PhoenixNewTimes.com. A pré-venda pode ser encontrada na KillingTimeProductions.com.

fonte (em inglês): Blabbermouth.net

    Top

Documentário "Some Kind of Monster" eleito melhor documentário no Independent Spirit Awards

   27 de fevereiro de 2005     tags: skom, premiação      Comentários

O aclamado filme "Metallica: Some Kind of Monster" ganhou o prêmio de melhor documentário na edição de 2005 do IFP Independent Spirit Awards, acontecido ontem, dia 26 de Fevereiro, na Califórnia, EUA.

O Independent Spirt Awards homenageia as produções que não são totalmente financiadas pelos maiores estúdio de Hollywood e os ganhadores foram eleitos por 9 mil membros do Independent Feature Project/Los Angeles, dentre os quais incluem atores, diretores, escritores e outros profissionais da indústria cinematográfica.

Outros títulos que concorreram ao prêmio de melhor documentário foram "Bright Leaves", "Chisholm '72: Unbought & Unbossed", "Hiding and Seeking: Faith and Tolerance After the Holocaust" e "Tarnation".

fonte (em inglês): Blabbermouth.net

    Top

Explicações de Lars sobre sua ausência no Download Festival de 2004

   24 de fevereiro de 2005     tags: ulrich, entrevista      Comentários

Lars Ulrich explicou a revista Metal Hammer sobre sua ausência na edição do ano passado do Download Festival da Inglaterra, na qual foi substituído por dois bateristas - Dave Lombardo do Slayer e Joey Jordison do Slipknot.

Ulrich culpa sua ausência por estar exausto, devido ao pesado horário da turnê e sua separação com Skylar Satenstein, depois de um casamento de sete anos.

"Nós tivemos uma programação de turnê pesada no Japão, Europa, América do Norte e Austrália. No meio disso, houveram coisas que vieram de repente em minha vida pessoal - minha família e meu casamento e coisas do tipo. Eu tive várias noites perdidas."

"Então eu acordei em Copenhagen (Dinamarca) na manhã de Domingo, tomei café da manhã com 14 parentes e primos e então eu fui pro avião. Estava exausto."

"Nós partimos, e no meio do caminho para o aeroporto Midlands (na Inglaterra)... Eu não sei que m*rda aconteceu, mas de repente eu passei mal."

"Eu estava com muito medo de estar em uma porcaria de tubo de metal a 41 mil pés de altitude. Eu nunca tive nenhum tipo de ataque de ansiedade ou de estresse na vida."

"Então nós pousamos em Hamburgo (Alemanha) e fomos ao hospital. Eles fizeram alguns testes de sangue e tudo estava normal fisicamente - tudo isso me pegou psicologicamente."

"Então esse foi o primeiro show do Metallica que eu perdi na vida."

"Você quer tentar ficar deitado no hospital na Alemanha enquanto Dave Lombardo - o melhor baterista do planeta - toca com sua banda. Não é fácil. Joey Jordison também."

"Eu me sinto meio estranho com isso - eu ainda não vi as matérias ou as fotos sobre isso."

fonte (em inglês): Blabbermouth.net

    Top

Jogo do Metallica para computador

   23 de fevereiro de 2005     tags: ulrich, entrevista, jogo      Comentários

Segundo a ContactMusic.com, o baterista do Metallica, Lars Ulrich, confirmou que a banda será imortalizada em um jogo de computador.

Fazendo uma brincadeira com o documentário "Some Kind of Monster", Ulrich também deixou claro que não haverão fases do jogo com terapias em grupo.

Disse ainda que "com o jogo de computador, realmente isso é verdade. Não será somente um jogo em que você deve conduzir Lars, James e Kirk em uma turnê sem acabar com a banda, ou qualquer porcaria do tipo."

Além disso, Lars desmentiu a possibilidade de um álbum de "greatest hits" da banda.

fonte (em inglês): Blabbermouth.net

    Top

Possibilidade de lançamento de trechos inéditos de SKOM

   23 de fevereiro de 2005     tags: skom      Comentários

De acordo com a ContactMusic.com, o baterista do Metallica sugeriu a possibilidade de lançar trechos inéditos das filmagens do documentário "Some Kind of Monster" - contando com cenas mais longas das sessões de terapia da banda.

Segundo ele, "existem coisas lá que seriam interessantes para algumas pessoas, mas não para todas. Com algumas das quatro ou cinco horas de sessões de terapia que passamos - que foram divertidas de se ver, e eu gostei tanto quanto um aficcionado por 'Spinal Tap' - talvez nós poderíamos fazer algo onde não as editaríamos, talvez para alguma coisa de duas ou três horas."

"Quem sabe? Nós podíamos fazer isso para as 12 pessoas no fã-clube que têm insônia!"

fonte (em inglês): Blabbermouth.net

    Top

Leilão de box autografado

   21 de fevereiro de 2005     tags: box, caridade      Comentários

A Rhino Records e a MusicforRelief.org se juntaram para trazer um box autografado contendo os primeiros LPs do Metallica, em prol das vítimas do Tsunami.

Este box é o número 5 de 5000 existentes, numerados individualmente. Ele contém os álbuns "Kill 'Em All", "Ride The Lightning", "Master Of Puppets" e "...And Justice For All" - além do EP "Garage Days Revisited" e o picture disc "Creeping Death".

Todo o lucro do leilão será doado ao MusicforRelief.org para ajudar as vítimas do tsunami.

Para dar um lance no leilão, que termina dia 25 de fevereiro, clique aqui.

Para maiores informações sobre o Music For Relief, visite o site clicando aqui.

Agradecimentos: Victor Vidal
fonte (em inglês): Metallica.com

    Top

Metallica Vault atualizado

   21 de fevereiro de 2005     tags: vault      Comentários

O site Metallica Vault foi atualizado mais uma vez, disponibilizando o show do London Lyceum, realizado em 20 de Dezembro de 1984. Seuge a lista de músicas:

01 Fight Fire With Fire (4:49)
02 Ride The Lightning (6:26)
03 The Four Horsemen (6:21)
04 Bass Solo (4:16)
05 For Whom The Bell Tolls (4:30)
06 No Remorse (5:50)
07 The Call Of Ktulu (8:14)
08 Seek & Destroy (6:48)
09 Whiplash (4:16)
10 Creeping Death (6:47)
11 Metal Militia (7:34)

Lembramos mais uma vez que para acessar o Metallica Vault, é necessário ter realizado previamente um cadastro, utilizando o CD-Key que acompanha o álbum "St. Anger".

Agradecimentos: jordan, Victor Vidal

    Top

Tributo hip hop ao Metallica

   20 de fevereiro de 2005     tags: tributo      Comentários

Um novo tributo ao Metallica, entitulado "Hip HOp Tribute to Metallica", deverá sair dia 8 de março, de acordo com o site Overstock.com. Segue a lista de músicas do CD:

01. Enter Sandman
02. Am I Evil?
03. Creeping Death
04. Harvester Of Sorrow
05. Welcome Home (Sanitarium)
06. Through The Never
07. For Whom The Bell Tolls
08. Fade To Black
09. Master Of Puppets
10. Nothing Else Matters

Ainda não se sabe quais artistas participarão do álbum.

Agradecimentos: KearBarl, Master of MuppetZ
fonte (em inglês): Blabbermouth.net

    Top

Zakk Wylde cuspiu em James Hetfield?

   20 de fevereiro de 2005     tags: zakk wylde      Comentários

No último número da revista norte-americana Guitar World, o guitarrista ZAKK WYLDE (Black Label Society, Ozzy Osbourne) falou a respeito dos rumores que davam conta de que ele teria cuspido cerveja em JAMES HETFIELD, quando este teria sido convidado a fazer uma jam com Wylde.

“Não, não. Isso é ridículo”, afirma o guitarrista. “James é o cara. Ele é um irmão e eu amo aquele cara. Eu só achava que ele não estava fazendo a coisa certa ao encher de grana um psiquiatra para trabalhar com a banda assim que ele saiu da reabilitação”, afirma Wylde para, logo em seguida, explicar o que de fato rolou entre os dois.

“Vou contar o que aconteceu. James veio ao nosso ônibus e nós todos estávamos zoando muito. E eu lhe disse: ‘cara, você está pagando 40 mil dólares a um psiquiatra por mês? Ele está roubando você! Mande o seu dinheiro a uma fundação de crianças com câncer. Se eu estivesse na banda, sabe o que lhe diria?’ E ele me perguntou: ‘O quê?’. Eu tomei um gole da minha cerveja e a cuspi no ar. E ele saiu dizendo: ‘foda-se’, deixando o ônibus. Eu ainda fui atrás dele e lhe disse que estava sendo apenas estúpido. Só estava tentando conversar com ele, sendo mais direto, porque ele é mais esperto do que aquilo. Ele é o James Hetfield, caramba. Ele sabe quem é e que não precisa de um idiota que lhe diga isso. Isso tudo foi como quando Sharon Osbourne me levou para um centro de reabilitação alguns anos atrás. Foda-se isso!”, disse Wylde.

Acerca do imbróglio com a Sra. Osbourne, quando esta o levou à reabilitação, Wylde disse: “Eu apenas parei e disse: ‘isso não é pra mim. Isso não para o Black Label. Esses caras são um bando de perdedores e babacas, e acho que estou no lugar errado’. O local se chamava Promises Reabilitação, e eu lhes disse: ‘vou fazer uma promessa agora: eu matarei alguém aqui ou me matarei’. E como o suicídio não era uma opção, eu acabaria com a vida de alguém se ficasse por lá. E foi isso. Eu caí fora e fui a um bar assistir à final dos Nets e Lakes na NBA”, finda o líder do Black Label Society.

Agradecimentos: Master of MuppetZ
fonte: Whiplash

    Top

Metallica colaborará no álbum de Lemmy

   10 de fevereiro de 2005     tags: motörhead      Comentários

De acordo com o Long Beach Press Telegram, o frontman do Motörhead, Ian "Lemmy" Kilmister lançará o álbum "Lemmy & Friends", contando com a colaboração de membros do Metallica, Dave Grohl (Foo Fighters, ex-nirvana), Reverend Horton Heat, The Damned e Skew Siskin. "Eu já tenho sete músicas prontas," disse Lemmy.

O veterano do heavy metal fará uma pausa para descobrir neste domingo se o Motörhead ganhou o Grammy pela melhor performance de metal com a música "Whiplash", cover do Metallica feita para o álbum "Metallic Attack: A Tribute to Metallica".

Para o álbum "Lemmy & Friends", Lemmy disse que gostaria "de ter Jeff Beck, eu queria Janet Jackson para fazer esta grande música perdida chamada 'Black Cat'."

fonte (em inglês): Blabbermouth.net

    Top



Newsletter
Receba em seu e-mail as últimas notícias sobre Metallica:

Conecte-se

Facebook   Google+   Twitter   RSS   Fórum

© 1998-2018 Metallica Remains - Desde 13 de Janeiro de 1998 | Política de Privacidade